A importância da discussão dos Movimentos Sociais e Cultura Surda no Currículo da Educação Básica

Autores

  • Airam Aimé Nesti Dupret Lamas Leite Universidade Federal Fluminense (UFF). Curso de Ciências Sociais.
  • Tatiane Militão de Sá Universidade Federal Fluminense (UFF). Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas.
  • Tathianna Prado Dawes Universidade Federal Fluminense (UFF). Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas.

Palavras-chave:

Movimentos Sociais. Cultura surda. Educação Básica.

Resumo

Resumo

Este trabalho busca levantar reflexões sobre as contribuições da ferramenta fórum como estratégia de aprendizagem. O caso em estudo ocorreu numa escola da rede pública do Estado do Rio de Janeiro, na modalidade presencial. De forma complementar a atividades desenvolvidas em sala, os alunos utilizam as discussões, mais especificamente os fóruns, para descrever as reflexões das atividades coletivamente. Para tal foram utilizados estudos de Quadros e Karnopp (2004), Strobel (2013) e Tomazi (2013) e outros especialistas da área das Ciências Sociais e Libras por meio da proposta metodológica de triangulação conforme Dezin (1978) e Flick (1992). Neste espaço de escrita o professor procura explorar experiências de interação, provocar nos alunos questionamentos, estimular a pesquisa e possibilitar ao aluno chegar às suas próprias conclusões. O fórum Mitos acerca da Libras aponta debates importantes através de 05 perguntas norteadoras utilizadas com a finalidade de aprofundar os conceitos de Movimentos Sociais, Cultura Surda e Cidadania aplicados à disciplina de Sociologia na Educação Básica de maneira Interdisciplinar.

Palavras-chaves: Movimentos Sociais. Cultura Surda. Educação Básica.

 

Abstract

This paper seeks to raise reflections on the contributions of the forum tool as a learning strategy. The case study took place in a public school in the state of Rio de Janeiro, in the present modality. In addition to classroom activities collectively. For this, studies by Quadros and Karnopp (2004), Strobel (2013) and Tomazi (2013) and other specialists in the area of Social Sciences and Libras were used through the methodological proposal of triangulation, according to Dezin (1978) and Flick (1992). In this space of writing the teacher seeks to explore interaction experiences, provoke questions in the student, stimulate research and enable the student to reach their own conclusions. The Myths about Libras Forum points to important debates through 05 guiding questions with the

purpose of investigate deeper the concepts of Social Movements, Deaf Culture and Citizenship applied at Sociology Discipline on Basics Education through Interdisciplinarity perspective.

Keywords: Social movements. Deaf culture. Basic education.

Biografia do Autor

Airam Aimé Nesti Dupret Lamas Leite, Universidade Federal Fluminense (UFF). Curso de Ciências Sociais.

Licenciado em Ciências Sociais pelo Instituto de Ciências Humanas e Filosofia pela Universidade Federal Fluminense. 

Tatiane Militão de Sá, Universidade Federal Fluminense (UFF). Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas.

Docente de Libras da Universidade Federal Fluminense (UFF). Doutoranda em Ciências e Biotecnologia (PBBI/UFF).

Tathianna Prado Dawes, Universidade Federal Fluminense (UFF). Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas.

Docente de Libras da Universidade Federal Fluminense (UFF).Doutoranda em Estudos de Linguagem, UFF. Mestre em Diversidade e Inclusão, UFF.

Referências

ANGNES, Juliane, Sachser; MORÁS, Nadjanara Ana Baso; KLOZOVSKI, Marcel Luciano; REALI, Klevi Mary. Um estudo sobre a educação do sujeito surdo na rede estadual de educação de Foz do Iguaçu - Paraná. Revista HOLOS, Ano 32, Vol. 08, p. 338-353, 2016.

DENZIN, Norman K.. The research act: a theoretical introduction to sociological methods. 2. Ed. Chicago: Aldine Publishing Company, 1978.

FILHO, Adilson Vaz Cabral Filho; FERREIRA, Gildete. Movimentos Sociais e o Protagonismo das Pessoas com Deficiência. SER Social, Brasília, v. 15, n. 32, p. 93-116, jan/jun. 2013.

FLICK, Uwe. Triangulation revisited: strategy of validation or alternative? Journal for the Theory of Social Behaviour, v. 22, n. 2, p. 175-197, 1992.

GEERTZ, Clifford. A interpretação das culturas. 1. Ed., IS. Reimpr. Rio de Janeiro: LTC, 2008.

LABORIT, Emmanuelle. O vôo da gaivota. São Paulo: Editora Best Seller, 1994.

LEANDRO, A. L. A. L.; COSTA, Mifra Angélica Chaves da; AQUINO, Shirleyanne. Santos. Narrativas de formação, (auto)biografia e inclusão: experiências de professores e alunos no ensino médio. Revista HOLOS, Ano 28, Vol. 2. p. 225-233, 2012.

MIGUEL, Luis Felipe. Em torno do conceito de mito político. Revista Dados de Ciências Sociais [online]. 1998, v. 41, n. 3. Disponível em: <https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0011-52581998000300005&lng=pt&tlng=pt>. Acesso em: jul. 2019.

MOURA, Adelso Fidelis de; LEITE, Lúcia Pereira; MARTINS, Sandra Eli Sartoreto de Oliveira. Universidade Acessível: com a Voz os Estudantes Surdos do Ensino Médio. Rev. Bras. Ed. Esp., Marília, v. 23, n. 4, p. 531-546, Out-Dez, 2017.

PERLIN, Gladis; STROBEL, Karen Lilian. História cultural dos surdos: desafio contemporâneo. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, Edição Especial n. 2/2014, p. 17-31. Editora UFPR.

QUADROS, Ronice Mullher de; KARNOPP, Lodenir Becker. Língua de sinais brasileira: estudos linguísticos. Porto Alegre: Artmed, 2004.

QUADROS, Ronice Muller de; Cruz, C. R. Língua de sinais: instrumentos de avalição. Porto Alegre: Artmed, 2011.

RESENDE, Alice Almeida Chaves; LACERDA, Cristina Broglia Feitosa de. Mapeamento de alunos surdos matriculados na rede de ensino público de um município de médio porte do estado de São Paulo: dissonâncias. Revista Brasileira de Educação Especial, 19 (3), 2013, p. 411-424.

ROMÁRIO, Lucas; DORZIAT, Ana; CARVALHO, Maria Eulina Pessoa de; ANDRADE Fernando Cézar Bezerra de. “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil” sob a ótica de participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2017). Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, v. 99, n° 253, Brasília, Sept./Dec., 2018.

SÁ, Nídia Regina Limeira de. Cultura, poder e educação de surdos. São Paulo: Paulinas, 2006 (Coleção Pedagogia e Educação).

SACKS, Oliver Wolf. Vendo vozes: uma viagem ao mundo dos surdos. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

SILVA, Tomás Tadeu. Documentos de Identidade: Uma introdução às teorias de currículo. 3. Ed.; 10. Reimp. Belo Horizonte: Editora Autêntica, 2017.

SILVEIRA, Carolina Hessel. Mitos sobre Línguas de Sinais – Discussões com alunos de medicina e fonoaudiologia. ANAIS de evento: IX Seminário de Pesquisa em Educação da Região Sul - ANPED SUL. [online] Disponível em: < http://www.ucs.br/etc/conferencias/index.php/anpedsul/9anpedsul/paper/viewFile/3002/666>. Acesso em: out. de 2019.

STROBEL, Karen Lilian. As imagens do outro sobre a cultura surda. 3. Ed. rev. Florianópolis: Ed. UFSC, 2013.

TOMAZI, Nelson Dacio. Sociologia para o ensino médio. São Paulo: Saraiva, 2013. Unidade 5: Direitos, Cidadania e Movimentos Sociais, p. 184-239.

Downloads

Publicado

2020-12-07