Aspectos socioculturais do processo saúde-doença e o papel das Ciências Sociais: uma análise de trabalhos em temas de saúde

Autores

  • Thaís de Almeida Costa Universidade Federal do Pará

Palavras-chave:

Ciências Sociais. Antropologia. Saúde. Processos de cura.

Resumo

Este artigo discute alguns dos temas de saúde abordados nas Ciências Sociais na Universidade Federal do Pará, mais especificamente na Antropologia, tendo como destaque as monografias que tratam a respeito de aspectos socioculturais relacionados à saúde. Foram analisados trabalhos de conclusão de curso, especialmente os da ênfase em Antropologia, entre os anos de 1993 e 2010, com o intuito de mostrar a produção dos graduandos. Utilizamos como referencial teórico, autores como Kleinman (1980), Helman (2003), que analisam a relação paciente-médico sob o ponto de vista da Antropologia e observam os aspectos socioculturais da doença e Figueiredo (1979), os especialistas em medicina popular nos processos de cura. Com a pesquisa, é possível perceber que o interesse e a produção dos graduandos em temas de saúde cresceram consideravelmente no decorrer dos anos, seja por projetos de pesquisa e a ampliação de seus objetos de estudo.

Biografia do Autor

Thaís de Almeida Costa, Universidade Federal do Pará

Pesquisadora no Curso de Ciências Sociais da Universidade Federal do Pará (UFPA)

Referências

ANDRADE, J. M. M. de. "O Povo Crê Mais no Popular..." A Benzeção Como Expressão da Medicina Popular em Icoaraci. Orientadora: Prof.º Dr.º Jane Felipe Beltrão. 2003. 62f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Ênfase em Antropologia). (mimeo).

ARAÚJO, C. A. Estudo do Ritual de Cura Carismática na Paróquia Nossa Senhora Aparecida. Orientador: Prof. Dr. Manoel Alexandre Cunha. 2004. 54 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Ênfase em Antropologia) (mimeo).

BOBSIN, O. Etiologia das Doenças e Pluralismo Religioso. Estudos Teológicos, v. 43, n. 2, p. 21-43, 2003. Disponível em: http://www3.est.edu.br/publicacoes/estudos_teologicos/vol4302_2003/et2003-2obob.pdf. Acesso em 21 de jan. de 2013.

BOLTANSKI, L. As Classes sociais e o corpo. (Regina A. Machado trad; Maria Andrea Loyola e Regina A. Machado org.). 4º Ed. São Paulo: Paz e Terra, 2004.

BRASIL, Silvio Silva. Trabalho, Adoecimento e Saúde: Aspectos Sociais da Pesca Artesanal no Pará. (Dissertação de Mestrado- Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais- PPGCS- Ênfase em Sociologia). 2007. (mimeo).

CASTRO, D. A. de. As benzedeiras e as Práticas de Curas Populares: Baía do Sol/Mosqueiro/PA. 2000. 43f. Trabalho de Conclusão de Curso. (mimeo).

DURKHEIM, E. As formas elementares da vida religiosa: o sistema totêmico na Austrália (Paulo Neves trad.). São Paulo: Martins Fontes, 1996.

FIGUEIREDO, N. Rezadores, Pajés e Puçangas. EDUFPA: Boitempo. 1979.

GEERTZ, C. A Religião Como Sistema Cultural. In: _____________. A Interpretação das Culturas. 1989.

GONÇALVES, A. M. de J. A. As Representações Simbólicas Sobre Saúde /Doença e Ervas: Um Estudo de Caso no Terreiro Abassá de Inkisse- Ananindeua- Pará. 45 f. Orientadora: Prof. º Dr.º Denise Machado Cardoso. (Ênfase em Antropologia). 2003. Trabalho de Conclusão de Curso. (mimeo).

HELMAN, C. Cultura, Saúde e Doença. Porto Alegre: Artmed: 2009. 431 p.

KLEINMAN, A. Patients and healers in the context of culture. Los Angeles, University of California Press. 1980. Disponível em:

http://books.google.com.br/books?hl=pt-BR&lr=&id=ZRVbw6-UyucC&oi=fnd&pg=PR9&dq=Patients+and+healers+in+the+context+of+culture.+&ots=La5veJla71&sig=gkrGrz31YI1p-HPed-Icqr2cG7o. Acesso em 21 de set. de 2012

LIMA, L. A. de. Ervateiros: Profissionais da Saúde Popular nas Feiras de Belém. Trabalho de Conclusão de Curso. 67 f. Orientadora: Prof.º Dr.º Jane Felipe Beltrão. 2004. (Ênfase em Sociologia) (mimeo).

LIMA, I. N. A Cura Divina Na Igreja Universal do Reino de Deus em Itaituba-Pará. Orientador: Prof. Msc. João Simões Cardoso Filho. Trabalho de Conclusão de Curso. (Ênfase em Antropologia). 2006. (mimeo).

MACHADO, M. D. J. Diferenças Intra-Urbanas da Saúde em Belém, Pará. Tese de Doutorado em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido. 2004. Prêmio NAEA. 311 p.

MARX, K. O Capital: crítica da economia política. (Reginaldo Sant"™Anna trad.) 14º Ed. Bertrand Brasil: Rio de Janeiro, 1994.

MINAYO. M. C. S. Representações de Cura no Catolicismo Popular. In: Saúde e Doença: Um Olhar Antropológico (ALVES, P. C; MINAYO, M. C. S., Orgs) Rio de Janeiro: Editora FIOCRUZ, 1994. p. 57-63.

MIRANDA, T. N. de O. Cura Divina- A Prática de Cura dos Pentecostais contra a Prática de Cura dos Umbandistas. Trabalho de Conclusão de Curso. (Ênfase em Antropologia). 2003 (mimeo).

NEGRÃO, L. N. O processo de curas nos cultos afro-brasileiros. In: A vida em meio à morte num país de Terceiro Mundo. São Paulo: Paulinas, 1993. p. 100-107.

OLIVEIRA, F. A. Antropologia nos Serviços de Saúde: Integralidade, Cultura e Comunicação. Interface- Comunicação, Saúde, Educação, v. 6, nº10, p.63-74, fev. 2002. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/icse/v6n10/06.pdf. Acesso em: 05 de abr. 2011.

QUINTAS, G. G. "Aqui a gente já tem outros conhecimentos". Saúde Entre Migrantes dos Bairros Jurunas e Condor, Belém/PA. 63 f. Orientadora: Prof.º Dr.º Jane Felipe Beltrão 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Ênfase em Antropologia). (mimeo).

RABELO, M. C.; SCHAEPPI, P.; MOTA, S.; ROCHA, J.; RUBENS, M. Comparando experiências de aflição e tratamento no candomblé, pentecostalismo e espiritismo.Disponível em: www.biblioteca.clacso.edu.ar/ar/libros/anpocs/Rabelo.rtf. Acesso em: 06 de abr. de 2014

RAYNAUT, C. Interfaces Entre a Antropologia e a Saúde: em busca de novas abordagens conceituais. Rev. Gaúcha Enferm., Porto Alegre (RS) 2006 Jun; 27(2). P. 149-65. Disponível em: http://seer.dev.ufrgs.br/index.php/RevistaGauchadeEnfermagem/article/view/4592/2513.

Acesso em: 21 de ago. 2012

SILVA, I. da. A Benzeção em Belém: Nota Prévia Sobre uma Prática de Cura Na Metrópole. 46 f. Orientadora: Prof.º Drº. Luzia Miranda Álvares. 2001. Trabalho de Conclusão de Curso. (mimeo).

UCHÔA, E; VIDAL, J. M. Antropologia Médica: Elementos Conceituais e metodológicos Para uma Abordagem da Saúde e da Doença. Cad. Saúde Públ. Rio de Janeiro, 10 (4): 497-504,out/dez, 1994. Disponível em: http://www.scielosp.org/pdf/csp/v10n4/v10n4a10.pdf. Acesso em 10 de jan. de 2013

VILLACORTA, G. M. "Cura e Protesto": Uma Experiência Xamanística em uma População Amazônica, Colares [Nordeste do Pará]. 52 f. Orientador: Prof. Dr. Raymundo Heraldo Maués. 1996. Trabalho de Conclusão de Curso. (mimeo).

Downloads

Publicado

2014-05-01

Edição

Seção

Artigos