A configuração etária do sujeito à luz do mercado de consumo

Autores

  • Ciro de Sousa Vale Doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Psicossociologia de Comunidades e Ecologia Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).
  • Tania Maria de Barro Freitas Maciel Professor Titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Palavras-chave:

Consumo, imaginário, faixas etárias

Resumo

Este artigo analisa como o sistema capitalista estimula necessidades de consumo nas diferentes faixas etárias dos indivíduos. No texto, discorre-se sobre o fato de o indivíduo, desde bem jovem, ser preparado para se tornar um consumidor, bem como sobre as estratégias usadas para que ele continue, na fase adulta, ligado às necessidades presentes em sua infância e, se comporte, na velhice, como um consumidor cada vez mais ativo.

This article analyses how the capitalist system stimulates the consumption needs in different age groups of the individuals. The text talks about the fact that the individual, since an early age, be prepared to become a consumer, as well as on the strategies used to continue, in adulthood, linked to the present needs in their childhood and to behave, in the old age, as a consumer increasingly active.

Biografia do Autor

Ciro de Sousa Vale, Doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Psicossociologia de Comunidades e Ecologia Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Graduação em Geografia (Bacharelado e Licenciatura) pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1998) e mestrado em Ciência Ambiental pela Universidade Federal Fluminense (2007). Atualmente é professor efetivo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais - Câmpus Juiz de Fora.

Tania Maria de Barro Freitas Maciel, Professor Titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professora Titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Psicossociologia de Comunidades e Ecologia Social. Pesquisadora e consultora da United Organization Education Scientific And Cultural Organization (UNESCO) e Coordenadora da Comissão Técnica Executiva da Cátedra UNESCO de Desenvolvimento Durável da UFRJ. Possui Pós-doutorado pelo L?Institut d?Etudes Politiques de Paris ? Sciences Po, tendo trabalhado na Chaire Développement Durable e no Laboratoire Européen de Psychologie Sociale ? LEPS na Maison des Sciences de L´Homme (2007-2008). Doutorado em Sciences de Leducation - Universite de Paris V (Rene Descartes) (1988), Mestrado em Sciences de Leducation - Universite de Paris V (Rene Descartes) (1974-1975), Mestrado em Psicologia Social pela Universidade Gama Filho (1981), Graduação em Educação pela Universidade Santa Úrsula (1972) e Licenciatura em Pedagogia pela Universidade Santa Úrsula (1972). Possui experiência nas áreas de Educação e Psicologia, com ênfase em Psicologia Social, atuando principalmente nos seguintes temas: Comunidades, Meio ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Governança.

Referências

A VERDADE de cada um. Produção: Fernando Meireles. O2 Filmes [S.I.]: 2013. Disponível em: http://www.natgeo.com.br/averdadedecadaum. Acesso em: 13 dez. 2013.

BARBER, Benjamin. Consumido: como o mercado corrompe crianças, infantiliza adultos e engole cidadãos. Rio de Janeiro: Record, 2009.

BARBOSA, Lívia; CAMPBELL, Colin (Orgs). "O estudo do consumo nas ciências sociais contemporâneas". In: Cultura, consumo e identidade. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006.

______. Sociedade de consumo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2004.

BAUMAN, Zygmunt. Vida para o consumo: a transformação das pessoas em mercadorias. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

BOBBIO, Norberto. O tempo da memória. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

CANCLINI, Nestor García. Consumidores e cidadãos: conflitos multiculturais da globalização. 8 ed. Rio de Janeiro: Ed. UFRJ, 2010.

CASARA, Marques. Walmart lança maquiagem anti-envelhecimento para crianças. Disponível em: <http://marquescasara.com>. Acesso em: 31 mar. 2013

DOUGLAS, Mary; Isherwood, Baron. O mundo dos bens: para uma antropologia do consumo. Rio de Janeiro. UFRJ, 2004.

FILHO, Otávio Babo. O velhinho. Odeon, 1953. vinil.

LINN, Susan. Crianças do consumo: a infância roubada. Editora Instituto Alana. São Paulo, 2006.

LIPOVETSKY, Gilles. O império do efêmero: a moda e seu destino nas sociedades modernas. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

MUNDO COLA: água, açúcar e marketing. Superinteressante. DVD Editora Abril. São Paulo, 2006.

PAIVA, Ademar. Eu não gosto de você Papai Noel. Disponível em: < http://www.usinadeletras.com.br>. Acesso em: 05 abr.2013.

PAIVA, Flávio. Eu era assim: infância, cultura e consumismo. São Paulo: Cortez, 2009.

RIBEIRO, Maurício Andrés. A Infância como mercado. In: Estado de Minas, Belo Horizonte, 5 jan. 2013. Pensar, p.3.

ROJAS, Enrique. O homem moderno: a luta contra o vazio. São Paulo: Mandarim, 1996.

TERRA, Marina. Nos EUA, mãe perde guarda por aplicar botox na filha de 8 anos. Opera Mundi. Disponível em: <http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias>. Acesso em: 01 abr. 2013.

VILLAÇA. Nizia. Mixologias: comunicação e o consumo da cultura. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2010.

Downloads

Publicado

2016-09-08

Edição

Seção

Artigos