A memória como permanência de identidades do caipira paulista - alguns apontamentos.

Autores

  • Carla Julião da Silva Universidade Estadual Paulista- UNESP- campus de Marília

Palavras-chave:

campo/cidade, representatividade do homem rural, caipira.

Resumo

RESUMO

Este artigo é o resultado das pesquisas de campo do trabalho de mestrado realizado durante os anos de 2018 e 2019, que buscou observar como os moradores da região rural do distrito de Frutal do Campo (SP) lidam com a questão da identidade caipira e como se vinculam ao campo. Tal pesquisa foi realizada com objetivo de colocar em discussão a questão da condição rural neste período em que a região se acha majoritariamente rural em tempos de hegemonia urbana no Brasil. Buscamos na literatura elementos para compreender as mudanças que ocorreram e ocorrem no campo, no que diz respeito à industrialização e urbanização no meio rural e como estes elementos naturalizaram algumas significações para o homem do campo no decorrer da história brasileira, em questão aqui o Estado de São Paulo. Sob este pano de fundo tentamos compreender as transformações no campo, o que permaneceu e o que vem mudando tanto no que diz respeito à permanência da memória e a construção de uma identidade caipira no imaginário paulista.

Biografia do Autor

Carla Julião da Silva, Universidade Estadual Paulista- UNESP- campus de Marília

Licenciada e bacharel em Cências Sociais pela UNESP- campus de Marilia (SP)

Mestranda na área de Sociologia pela linha de pesquisa em Pensamento Social, Educação e Políticas Públicas.

Referências

ADUB. Katia Maria. A ideia de São Paulo como formador do Brasil. In FERREIRA, A.C (org.) Encontros de História. EDUNESP/FAPESP/ANPUH. São Paulo, 1999.

ALMEIDA, Rosemeire Aparecida de. (Re)criação do campesinato, identidade e distinção :a luta pela terra e o habitus de classe . Ed. da UNESP. São Paulo, 2006.

AMIN, Samir, VERGOPOULOS, Kostas. A questão agrária e o capitalismo. Paz e Terra. Rio de Janeiro, 1977.

BARBOSA. Raquel Lazzari Leite. A construção do “herói”: leitura na escola – Assis 1920/1950. Editora Unesp. São Paulo, 2001.

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política. Ensaios sobre literatura e história da cultura. Editora Brasiliense. Obras Escolhidas volume I. São Paulo, 2012.

BORGES, Maria Stela Lemos. Terra, ponto de partida, ponto de chegada: um estudo de identidade do trabalhador rural na luta pela terra. Tese de Mestrado apresentada à Universidade Estadual Paulista, campus de Araraquara. Araraquara São Paulo, mímeo, 1989.

BOSI, Ecléa. O tempo vivo da memória: ensaios de psicologia social. Ateliê Editorial. São Paulo, 2003.

__________. Memória e Sociedade: lembranças de velhos. Companhia das Letras. São Paulo, 1994.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. Os caipiras de São Paulo. Brasiliense. São Paulo, 1983.

CAMPOS JUNIOR, Luis de Castro. A interação entre a Cooperativa e o município de Cândido Mota. O Cooperativismo no Vale do Paranapanema- Estudo das cooperativas: Riograndense, agropecuária de Pedrinhas Paulista e Coopermota (1980-1995). Tese de Doutorado pela Faculdade de Ciências e Letras –UNESP- campus de Assis, mímeo, 1997.

CANDIDO, Antonio. Os Parceiros do Rio Bonito: estudo do caipira paulista e a transformação dos seus meios de vida. Ed. Ouro sobre Azul. Rio de Janeiro, 2010.

CARNEIRO, Maria José. Ruralidade: novas identidades em construção. Texto publicado nos Anais do XXXV Congresso da Sociedade Brasileira de Sociologia e Economia Rural. Natal, agosto, 1997.

______________________. “Rural” como categoria de pensamento. Ruris. Volume 2-nº 1. Páginas 10-38. Março de 2008.

CARVALHO. Alissandra Nazareth de. Análise da relação simbólica da hospitalidade: desdobramentos e apropriações em fazendas históricas inseridas em espaços rurais. Tese de Doutorado. Programa de Pós-graduação em Geografia- UNESP- campus de Rio Claro. Mímeo.Rio Claro (SP), 2012.

CHIANCA, Luciana de Oliveira. “Quando o campo está na cidade: migração, identidade e festa”. In: Sociedade e Cultura, v 10, n 1, jan/jun 2007, p. 45-59.

FERNANDES, Antonio Donizeti. A aventura do risco entre os trabalhadores do corte de cana-de-açúcar. Mímio. Dissertação de Mestrado. Pós-graduação em Ciências Sociais- UNESP- campus de Marília, mimeo. Marília/SP, 2002.

FERNANDES, Liliana Laganá. O bairro rural dos Pires: estudo de geografia agrária. – Trabalho de Mestrado. Departamento de Geografia – FFCL/ USP. São Paulo: USP/IG, 1971.

FUKUI, Lia Freitas Garcia. Sertões e Bairro Rural (parentesco e Família entre sitiantes tradicionais). Editora Ática. São Paulo, 1979.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade- tradução: Tomaz Tadeu da Silva, Guacira Lopes Louro. Rio de Janeiro: Lamparina, 2015.

JUNIOR, Admir Antonio Betarelli; MONTE-MÓR, Roberto Luís de; SIMÕES, Rodrigo Ferreira. Urbanização extensiva e o processo de interiorização do Estado de São Paulo: Um enfoque contemporâneo. R.B. ESTUDOS URBANOS E REGIONAIS. V. 15, n.2 / novembro 2013. Páginas 179-197.

MACHADO, Júlio. Dimensões do Processo histórico de desenvolvimento econômico do primeiro cinquentenário do Município de Assis (1905-1955). São Paulo. O Autor, 2005.

MARTINS, José de Souza. A Modernização e problema agrário no Estado de São Paulo. Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, nº 6. Universidade de São Paulo. São Paulo 1969.

______________________. A luta pela terra. Ed. Paulus. São Paulo, 1997.

MATOS, Odilon. Café e Ferrovias: A evolução ferroviária de São Paulo e o desenvolvimento da cultura cafeeira. Pontes. Campinas, São Paulo, 1990.

MEIHY, José Carlos Sebe Bom. Manual da História Oral. 4ª edição, São Paulo, Edições Loyola, 2002.

MELO, João Manuel Cardoso; NOVAIS, Fernando. Capitalismo Tardio e Sociabilidade Moderna. In: NOVAIS, Fernando. História da Vida Privada no Brasil: contrastes da intimidade contemporânea. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

MENDRAS, Henri. Sociologia Rural. Zahar Editores. Rio de Janeiro, 1969.

MILLIE, Sergio. Roteiro do café e outros ensaios: contribuição para o estudo da história econômica e social do Brasil. HUCITEC. São Paulo, 1982.

MONBEIG, Pierre. Pionniers et planteurs de São Paulo. Armand Colin, Paris, 1952.

Tradução de Ilse Hildegard Haupt da Motta “Pioneiros e Plantadores de São Paulo” [s.I, s.n] [s.d].

MONTEIRO, John Manuel. Negros da Terra. Índios e bandeirantes nas origens de São Paulo. São Paulo, Ed. Companhia das Letras, 1994.

MÜLLER, Nice Lecocq. Sítios e Sitiantes no Estado de São Paulo. Universidade de São Paulo- Faculdade de Filosofia e Letras. Departamento de Geografia. Boletim 132; Geografia nº7. São Paulo, 1951.

NETTO, Sandra de Lima. Cândido Mota (SP): memória e futuro de um cenário ArtDeco. Dissertação de Mestrado na área das artes visuais pela Universidade Estadual Paulista Instituto de Artes, mímeo, São Paulo, 1999.

OHTAKE, Maria Flora Gonçalves. O processo de urbanização em São Paulo: dois momentos, duas faces. Dissertação de Mestrado pela Universidade Católica de São Paulo, mímeo, São Paulo, 1982.

OLIVEIRA, Francisco de. Crítica a Razão Dualista. O ornitorrinco. São Paulo. Boitempo, 2003.

OLIVEIRA. Roberto Cardoso. Caminhos da identidade: ensaios sobre etnicidade e multiculturalismo. São Paulo. Ed. Unesp. Brasília. 2006

PARRILLA, Aline Franciele. Chico Bento, um caipira do campo ou da cidade?: a representação do espaço rural e urbano e de seus habitantes na revista em quadrinhos do Chico Bento (1982-2000). Dissertação (Mestrado em História e Sociedade) Faculdade de Ciências e Letras – UNESP, Assis, mímeo, São Paulo, 2006.

PIRES, Cornélio. Conversas ao pé do fogo. Ed. Nacional. São Paulo, 1927.

POLLAK. Michael. Memória e identidade social. Estudos Históricos. Rio de Janeiro. Vol.5, n.10, p.200- 212, 1992.

QUEIROZ, Maria Isaura Pereira. O Campesinato Brasileiro. Ensaios sobre a civilização e grupos rústicos no Brasil. 2a edição. Vozes. Petrópolis, 1976.

_________________________. Bairros Rurais Paulistas. Dinâmica das relações bairro rural-cidade. Ed. Livraria Duas Cidades. São Paulo, 1973.

REIS, Jussara Christina dos. “A gente é nascido e criado aqui”. Memória e territorialidade no bairro Boa Vista, Bragança Paulista- SP. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais- UNESP – campus de Marília. Mímeo. Marília/SP, 2012.

SANTOS, Milton; SILVEIRA, María Laura. O Brasil: Território e sociedade no início do século XXI. 14a Ed. Record. Rio de Janeiro, 2010.

SILVA, José Graziano da. A modernização dolorosa: estrutura agrária, fronteira agrícola e trabalhadores rurais. Ed. Zahar, Rio de Janeiro, 1982.

__________________.Velhos e novos mitos do rural brasileiro. Estudos avançados, vol.15 n. 34. São Paulo, sept./dec, 2001.

_________________. O Novo rural brasileiro. Publicado na revista Nova economia, Belo Horizonte. 7(1): 43-81, (maio de 1997).

_________________. O Rural Paulista: muito além do agrícola e do agrário. São Paulo em Perspectiva, 10(2), 1996.

SILVA, Luciana Meire. O Brasil rural nas obras de Monteiro Lobato nas décadas de 1910 e 1930. Tese de Doutorado em Ciências Sociais pela Faculdade de Filosofia e Ciências, UNESP campus Marília, mímeo, 2013.

SILVA, Sergio. A expansão Cafeeira e Origens da Indústria no Brasil. Editora Alfa Omega. São Paulo, 1976.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Identidade e Diferença. A perspectiva dos Estudos Culturais. Editora Vozes. Petropolis/RJ. 2003.

SIMONETTI, Mirian Cláudia Lourenção. A Longa Caminhada: a (re)construção do território camponês em Promissão. Dissertação de Doutorado pelo Departamento de Geografia Humana –FFCH-USP, mímeo, São Paulo, 1999.

SINGER, Paul. Dominação e desigualdade: estrutura de classes e repartição de renda no Brasil. Paz e Terra. Rio de Janeiro, 1981.

SZMRECSÁNYI, Tamás; QUEDA, Oriowaldo. Vida Rural e Mudança social. Ed. Nacional. São Paulo, 1973.

VEIGA, José Eli. A Dimensão rural do Brasil. Estudos Sociedade e Agricultura. Rio de Janeiro, vol. 12, n.1, p.71-94, 2004.

THOMPSON, Paul. A voz do passado: história oral. Paz e Terra. Rio de Janeiro, 1992.

WILLIAMS, Raymond. O Campo e a Cidade na história e na literatura. Companhia de bolso, Rio de Janeiro, 1989.

YATSUDA, Enid. O Caipira e os outros. In: BOSI, Alfredo. Cultura Brasileira: temas e situações. Editora Ática, São Paulo, 1987.

Downloads

Publicado

2020-11-25

Edição

Seção

Artigos