De como a antropologia instrumentaliza estudantes

Autores

  • Tânia Welter

Palavras-chave:

Antropologia, Educação, Formação de professores e estudantes

Resumo

Esta comunicação objetiva apresentar e refletir sobre os impactos teóricos e metodológicos da Antropologia na formação e atuação de estudantes do ensino superior vinculados ao programa de iniciação à docência (PIBID/CAPES) e estudantes de iniciação científica no ensino médio (PIBIC EM) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), campus Chapecó. Para tanto, foram observados discursos e produções textuais sobre pesquisas e ações educacionais realizadas na universidade e na escola. Constatou-se que o contato com conceitos e métodos antropológicos teve impacto significativo nesses sujeitos, promoveu uma ampliação no olhar, desafiou-os para uma desnaturalização dos conceitos, distanciamento do senso comum e instrumentalização nas ações de pesquisa, ensino e extensão.

Biografia do Autor

Tânia Welter

Doutora em Antropologia Social pela Universidade Federal de Santa Catarina, Mestre em Antropologia Social (UFSC), Especialista em Educação Sexual (UDESC) e Licenciada em Ciências Sociais (UFSC). Realizou estágio doutoral junto a Universidade Nova de Lisboa e estágio pós doutoral no Programa Interdisciplinar em Ciências Humanas na Universidade Federal de Santa Catarina. Realiza estágio doutoral junto ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal de Santa Catarina.De como a antropologia instrumentaliza estudantes

Referências

ABRAMO, H. W. Condição Juvenil no Brasil contemporâneo. In: ABRAMO, H. W.; BRANCO, P. P. M. (Orgs.). Retratos da Juventude Brasileira "“ Análises de uma pesquisa social. 2.reimp. São Paulo: Instituto Cidadania/Fundação Perseu Abramo, 2011. p. 37-72.

ABRAMOVAY, M; CUNHA, A. L.; CALAF, P. P. Preconceito e discriminação nas escolas.In: Revelando Tramas, Descobrindo Segredos: Violência e convivência nas escolas. Brasília: Rede de Informação Tecnológica Latino-americana - RITLA, Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal - SEEDF 2009. p. 187-274.

______. Gênero, sexualidade e violência.In: Revelando Tramas, Descobrindo Segredos: Violência e convivência nas escolas. Brasília: Rede de Informação Tecnológica Latino-americana - RITLA, Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal - SEEDF 2009. p. 357-390.

AZEVEDO, L. B. et al. A Escola como espaço para reflexão: um relato de uma experiência docente em gênero e sexualidade. Revista Café com Sociologia, v. 3, n. 2, maio 2014. p. 14-21.

BARBOSA, M. V.; MENDONÇA, S. G. L. Formação de professores de Sociologia: um estudo à luz da teoria histórico-cultural. Mediações, Londrina, v. 12, n.1, p.159-176, jan./jun. 2007.

BRUM, Ceres K. Vestida de prenda: sobre as significações da pedagogia tradicionalista das pilchas. Revista Educação, v. 34, n. 1, jan./abr. 2009. Santa Maria, UFSM/Centro de Educação. p 147-163.

CANDAU, V. Multiculturalismo e educação: desafios para a prática pedagógica. In: MOREIRA, A. F. & CANDAU, V. M. (Orgs.). Multiculturalismo "“ Diferenças Culturais e Práticas Pedagógicas. Petrópolis: Vozes, 2008. p. 13-37.

CAPUTO, Stela G. Educação nos Terreiros. E como a escola se relaciona com crianças de Candomblé. Falando da travessia. No terreiro e na escola. In: Educação nos Terreiros: e como a escola se relaciona com crianças de Candomblé. Rio de Janeiro: FAPERJ, 2012. P. 23-35.

CARLOS, Paula Pinhal de. Considerações sobre o Conceito de Juventude. In: "Sou para casar" ou "pego, mas não me apego"?: Práticas afetivas e representações de jovens sobre amor, sexualidade e conjugalidade. Tese Interdisciplinar em Ciências Humanas. Florianópolis: UFSC CFH/PPGICH, 2011. p. 95-99. Disponível em: http://www.tede.ufsc.br/teses/PICH0101-T.pdf

CARRARA, S. L. et al. (Orgs.). Diferentes, mas não desiguais! Viva a Diferença! In: Gênero e Diversidade na Escola: Formação de professoras/es em gênero, orientação sexual e relações étnico-raciais. Livro de Conteúdos. Versão 2009. Rio de Janeiro/Brasília: CEPESC/SPM, 2009. p.19-36.

DUBET, François. Quando o Sociólogo quer saber o que é ser professor. Entrevistadoras: Angelina Teixeira Peralva e Marilia Pontes Sposito. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 5/6, p.222-231, 1997.

FLEURI, R. M. Educação Intercultural: decolonializar o poder e o saber, o ser e o viver. Visão Global, Joaçaba, v. 15, n. 1-2, p. 7-22, jan./dez. 2012.

FONSECA, Claudia. Quando cada caso não é um caso. Pesquisa etnográfica e educação. Revista Brasileira de Educação, nº 10, 1999. Rio de Janeiro: ANPED, 1999.

______. Preparando-se para a vida: reflexões sobre escola e adolescência em grupos populares.Em Aberto, Brasília, ano 14, n.61, jan./mar. 1994.

GARCIA, R. G. Curriculo emancipatório e multiculturalismo "“ Reflexões de viagem. In: SILVA, Tomaz T. & MOREIRA, Antônio F. S.(Orgs.) Territórios Contestados: o currículo e os novos mapas políticos e culturais. 6. ed. Petrópolis: Vozes, 2004. p.114-143.

GOFFMAN, Erving. Estigma: notas sobre a manipulação da identidade deteriorada. 4. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1982.

GROSSI, Miriam Pillar. Identidade de Gênero e Sexualidade. (edição revisada) Antropologia em Primeira Mão, n. 24. Florianópolis: UFSC/PPGAS, 2010.

GUSMÃO, N. M. M. Os desafios da diversidade na escola. In: GUSMÃO, N. M. M. (Org.). Diversidade, Cultura e Educação "“ Olhares Cruzados. São Paulo: Biruta, 2003. p. 85-105.

HEILBORN, M. L. Experiência da sexualidade, reprodução e trajetórias biográficas juvenis. In: HEILBORN, M. L. et al. O Aprendizado da Sexualidade: Reprodução e Trajetórias Sociais de Jovens Brasileiros. Rio de Janeiro: Garamond e Fiocruz, 2006. p.29-43.

JUNQUEIRA, Carmen. Símbolo. In: Antropologia Indígena: uma introdução. História dos povos indígenas no Brasil. 2. ed São Paulo: EDUC, 1999. p. 9-22

JUNQUEIRA, R. D. Homofobia nas escolas: um problema de todos. In: JUNQUEIRA, R. D. (Org.). Diversidade Sexual na Educação: Problematizações sobre homofobia nas escolas. Brasilia: UNESCO/MEC, 2009. P. 13-51.

KADLUBITSKI, L. & JUNQUEIRA, S. Diversidade Cultural e Políticas Públicas Educacionais. Revista Educação, vol. 34, n. 01, jan./abr. 2009. Santa Maria, UFSM/Centro de Educação. p. 179-194.

LOPES, P. M. Sexualidades em sala da aula: discurso, desejo e teoria queer. In: MOREIRA, A. F. & CANDAU, V. M. (Orgs.). Multiculturalismo "“ Diferenças Culturais e Práticas Pedagógicas. Petrópolis: Vozes, 2008. p.125-148.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, Sexualidade e Educação: uma perspectiva pós-estruturalista. Petrópolis: Vozes, 1997.

MARIANO, S. N. et al. Performances de gênero e estereótipos no Ensino médio. Anais doVII Congresso Internacional de Estudos sobre a Diversidade Sexual e de Gênero da ABEH: Práticas, pedagogias e políticas públicas, realizado na Universidade Federal do Rio Grande (FURG), Rio Grande (RS), 7 a 9 de maio de 2014.

MEAD, Margaret. Introdução. In: Sexo e Temperamento. 4. ed. São Paulo: Perspectiva, 2000. p. 19-27.

MINER, Horace. Ritos Corporais entre os Nacirema in: ROONEY, A. K.; P. VORE, L. de (orgs.). You and the Others - Readings in introductory anthropology. Cambridge: Erlich, 1976.

OLIVEIRA, Roberto C. O trabalho do antropólogo: olhar, ouvir, escrever. In: O Trabalho do Antropólogo. 2. ed. Brasília: Paralelo 15, São Paulo: UNESP, 2006. P.17-35.

OLIVEIRA, Sônia C. de; GOMES, Cleomar Ferreira. A abordagem de pesquisa etnográfica: reflexões e contribuições. Psicopedagogia online: Educação & Saúde, 18 ago. 2005. Disponível em:. Acesso em 4 jun. 2014.

OLIVEIRA, L. F.; LINS, M. R. F. Eu e o outro: o professor como artesão da interculturalidade. MIRANDA, C.; LINS, M. R. F.; COSTA, R. C. R. (Orgs.). Relações Étnico-Raciais na Escola: Desafios teóricos e práticas pedagógicas após a Lei n. 10.639. Rio de Janeiro: Quartet/FAPERJ, 2012. p. 333-354.

OLIVEIRA, L. F. Introdução. In: História da África e dos Africanos na Escola: Desafios políticos, epistemológicos e identitários para a formação dos professores de História. Rio de Janeiro: Imperial/FAPERJ, 2012. p. 15-38.

OLIVEIRA, C. G. & FRANGELLA, R. C. "Aqui nessa escola não se faz oração, não professora?" "“ A perspectiva cultural da religião e da diferença no currículo. In: OLIVEIRA, C. G. et al (Orgs.). Escola, Culturas e Diferenças: Experiências e Desafios na Educação Básica. Rio de Janeiro: Imperial, 2011. p.111-129.

ORTNER, Sherry. Poder e Projeto: reflexões sobre a agência. In: GROSSI, Miriam Pilar. ECKERT, Cornelia. FRY, Peter (Orgs.). Conferências e Diálogos: saberes e práticas antropológicas. Blumenau: Nova Letra, 2007.

MENDONÇA, Sueli G. de Lima. A crise de sentidos e significados na escola: a contribuição do olhar sociológico. Caderno CEDES, v. 31, n. 85, p. 341-357, 2011.

MOREIRA, A. F. B. & CANDAU, V. Curriculo, conhecimento e cultura. In: BEAUCHAMP, S. R. P. et al. (Orgs). Indagações sobre Currículo: Currículo, Conhecimento e Cultura. Brasília: MEC/SEF, 2007. p.17-48.

MOREIRA, A. F. & CAMARA, M. J. Reflexões sobre currículo e identidade: implicações para a prática pedagógica. In: MOREIRA, A. F.; CANDAU, V. M. (Orgs.). Multiculturalismo "“ Diferenças Culturais e Práticas Pedagógicas. Petrópolis: Vozes, 2008. p.38-66.

MORAES, A.; GUIMARÃES, E. F. Metodologia de Ensino de Ciências Sociais: relendo as OCEM-Sociologia. In: MORAES, Amaury C. (Coord.) Sociologia: Ensino Médio. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2010.p. 45-62.

MOURA, Glória. O direito à diferença. In: MUNANGA, K. Superando o Racismo na Escola. 2. ed. Brasília: MEC, 2005. p. 69-82.

PELEGRINI, C., LUZ, D. P. da, WELTER, T. Importância da Experiência na Formação Docente. Comunicação no GT "Ciências Sociais no Ensino Médio/PIBID" realizado durante o XXVIII Encontro Nacional de Estudantes de Ciências Sociais (ENECS). Fortaleza, 21 a 28 de julho de 2013. http://enecs2013.wordpress.com/apresentacao-de-trabalhos-ats/

QUEIROZ, Renato da Silva. Não Vi e Não Gostei: o fenômeno do preconceito. 6. ed. São Paulo: Moderna, 1997.

ROCHA, A. L. Entrevista com Ana Luiza Carvalho da Rocha. Revista Nova Escola, 2011. Disponível em: revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar

ROCHA, G. & TOSTA, S. P. Para uma antropologia da educação. Antropologia & Educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2009. p.113-140.

RODRIGUES, José Carlos. Os outros e os outros. In: Antropologia e Comunicação: Princípios radicais. Rio de Janeiro: Loyola, 2003.

SCHADEN, Egon. Educação e magia nas cerimônias de iniciação. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília: INEP, v. 3, n. 8. p. 271-274, 1945.

SCHONS, P., MARIANO, S. N., KLOH, J. Formação Educacional dos Estudantes da Associação dos Deficientes Visuais do Oeste de Santa Catarina "“ ADEVOSC em Chapecó. I Semana Acadêmica de Ciências Sociais. Chapecó: UFFS, 05 a 07 de junho 2013.

SEEGER, A. Pesquisa de campo: uma criança no mundo. In: Os Índios e Nós. Rio de Janeiro: Campus, 1980. P. 25-40.

SILVA, A. C. A Desconstrução da Discriminação no livro didático. In: MUNANGA, K. Superando o Racismo na Escola. 2. ed. Brasília: MEC, 2005. P. 21-37.

SILVA, I. L. F. O ensino das Ciências SociaisSociologia no Brasil: histórico e perspectivas. In: MORAES, Amaury C. (Coord.) Sociologia: Ensino Médio. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2010.p. 15-41.

VELHO, Gilberto. Observando o familiar. In: Individualismo e Cultura "“ Notas para uma Antropologia da sociedade contemporânea. 3ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1994. P.123-132.

VIEIRA, S. C. A. Educação, violência e o paradoxo inclusão/exclusão. In: PONTES, Reinaldo n. & CRUZ, Roberto R. (Orgs.). Educação Inclusiva e Violência nas Escolas. Belém: UNAMA, 2010. P. 108-124.

WELTER, Tânia; GROSSI, Miriam P. Discursos sobre violências entre jovens estudantes e profissionais da educação. In: Anais do Evento "Desafios da Pesquisa Interdisciplinar em Ciências Humanas". Florianópolis: UFSC/PPGICH, 2012.

WELTER, Tânia. Relatório Final de Atividades PIBID Ciências Sociais. Chapecó: UFFS, 2013.

WIZNIEWSKI, A.P. et al. Refletindo sobre afetividade na escola. Anais do VII Congresso Internacional de Estudos sobre a Diversidade Sexual e de Gênero da ABEH: Práticas, pedagogias e políticas públicas, realizado na Universidade Federal do Rio Grande (FURG), Rio Grande (RS), 07 a 09 de maio de 2014.

Downloads

Publicado

2015-07-18