Da política no humor ao horror na política: uma entrevista com Toni D'Agostinho

Autores

Palavras-chave:

Toni D'Agostinho (entrevista), a política no humor, o horror na política

Resumo

Antonio D'Agostino Filho, conhecido artisticamente como Toni D'Agostinho, é cartunista, chargista, ilustrador, ator, roteirista, diretor de teatro e sociólogo brasileiro. Na entrevista a seguir, percorremos temas relativos à sua trajetória artística e intelectual; sua relação com as ciências sociais; e como o artista compreende as questões mais latentes existentes na relação entre a arte e a política.

Biografia do Autor

Rafael Balseiro Zin, Doutorando em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Rafael Balseiro Zin é sociólogo (MTB 2204/SP), com especialização em Estudos Brasileiros: sociedade, educação e cultura. Possui graduação em Sociologia e Política (2012), pela Escola de Sociologia e Política de São Paulo; mestrado em Ciências Sociais (2016), pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; e, atualmente, é doutorando em Ciências Sociais, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, onde participa, como pesquisador, do Núcleo de Estudos em Arte, Mídia e Política (Neamp). Tem experiência nas áreas de Pensamento Social Brasileiro, Estudos Culturais e Estudos Literários, atuando, principalmente, com os seguintes temas: trajetória intelectual dos escritores abolicionistas no Brasil; literatura abolicionista escrita por mulheres no Brasil dos oitocentos; formação do cânone literário brasileiro, racismo e sexismo; e sociologia das relações raciais no Brasil. 

Referências

Entrevista realizada em: 22 de julho de 2020.

Recebida para avaliação em: 07 de agosto de 2020.

Aceita para publicação em: 11 de agosto de 2020.

Downloads

Publicado

2020-08-22

Edição

Seção

Entrevista